Gestão Pública

Bares e restaurantes serão fechados em Salvador

A determinação da Prefeitura de Salvador passa a valer a partir desta quarta-feira (25)

24/03/2020 10h04

Foto: Divulgação

O prefeito de Salvador (BA), ACM Neto, decidiu proibir, a partir desta quarta (25), a utilização de qualquer atividade sonora nas ruas, bem como o funcionamento de bares e restaurantes, a não ser que seja para serviços de delivery ou retirada dos alimentos e bebidas no próprio estabelecimento. Além disso, a venda de bebidas alcoólicas também será proibida em lojas de conveniência de postos de combustível. "São medidas que vão ampliar o isolamento, ampliar a necessidade de as pessoas ficarem em casa", disse o prefeito.

“A interdição nas praias e nos shopping centers foi muito bem sucedida. Tivemos o respeito dos banhistas, dos cidadãos em geral e também dos lojistas, no caso dos shoppings centers. Aí a gente procurou acompanhar a dinâmica da cidade, como é que estavam funcionando as coisas na cidade. E presenciamos cenas preocupantes de muitas pessoas reunidas em praça, ao redor de bares. Muitas pessoas em equipamentos esportivos da cidade. Muita gente usando som”, disse nesta segunda-feira (23), durante coletiva de imprensa.

Segundo ele, alguns mercados municipais de Salvador também serão fechados. Ele não disse quais mercados fecharão, mas adiantou que serão aqueles que não vendem itens de primeira necessidade. Quanto ao funcionamento das lojas de conveniência, será permitido que elas continuem a vender alimentos, mas os clientes não poderão consumi-los no local.

A fim de garantir a restrição, serão feitas fiscalizações nas ruas pela Guarda Civil Municipal, em conjunto com a Secretaria de Ordem Pública (Semop). Para conscientizar a população, informou ACM Neto, 100 carros de som da Prefeitura irão circular pela cidade levando mensagens de alerta, pedindo para as pessoas evitarem sair de casa.